Entrada Política de Qualidade

Ações Financiadas

JOV. AGRICULTORES

Estímulo Emprego

FORMAÇÃO PDR2020

Jov. Agricultores

Proj. Investimento

aleatorio01.jpg

Newsletters

Clique aqui!

Visitantes Online

Visitantes no site: 8
Agradecemos a sua preferência.

Politica de qualidade

 

O conjunto de Valores estabelecidos neste manual de procedimentos aponta para uma série de normas e procedimentos de conduta que os colaboradores estabelecem consigo próprios, com os clientes, com os parceiros e a organização que orientam e regulam a prestação dos serviços. Valores da Regibio : Inovação – incentivar uma cultura inventiva, caracterizada pela antecipação, produção de conhecimento e apresentação de soluções para necessidades de formação emergentes; Aprendizagem – propiciar uma cultura de formação-acção para o desenvolvimento pessoal, conciliando as necessidades individuais com as exigências de produtividade; Melhoria Contínua – um caminho comum visando a excelência organizacional; Transparência e Ética – valores fundamentais da prestação do serviço da Regibio. Valores centrados nos serviços prestados : Equidade no tratamento; abertura e disponibilidade face à diferença; acessibilidade e proximidade; adequação e rapidez de resposta; transparência na relação. Valores centrados no funcionamento e na equipa de colaboradores : Clareza de objectivos e resultados esperados; responsabilização individual; atitude proactiva; desenvolvimento de competências; espírito de equipa; incentivo à criatividade individual; cultura de excelência; segurança, higiene, conforto, prevenção e gestão de riscos. Valores centrados nas parcerias institucionais : Acessibilidade e abertura ao exterior; partilha e divulgação de novas metodologias, instrumentos e práticas; cooperação técnica e logística.  

   Compromisso de qualidade

Numa perspectiva de produção de serviços, orientados para a satisfação das necessidades e expectativas dos clientes, assumimos determinados compromissos assentes numa relação de confiança mútua entre organização/cliente. A Regibio, como organização aberta e assumindo os seus erros, materializa nos serviços que presta uma actuação que pretende ser de Qualidade. Assim, a nível contratual a Regibio estipula uma garantia de qualidade de serviço, que garante ao cliente uma actuação correctiva sem custos adicionais.

Num contexto de melhoria contínua, a Regibio prevê o tratamento de qualquer reclamação no âmbito das suas áreas de actuação, garantindo uma intervenção personalizada, eficaz, eficiente e directamente dependente da gestão de topo.

 

O que assumimos :

§  Prestar serviços que correspondam às necessidades dos seus utilizadores;
§  Auscultar os seus formandos, formadores, clientes no sentido de saber a sua opinião sobre os serviços prestados e a sua forma de organização;
§  Pautar a sua conduta pelo respeito dos princípios de igualdade e tratamento de todos os agentes envolvidos na formação; §  Prosseguir uma conduta baseada nos princípios da lealdade, ética e correcção;
§  Respeitar as normas legais que afectem a sua actividade (legislação laboral, direito do consumidor;
§  Cumprir as obrigações a que se comprometa com terceiros;
§  Dispor e publicitar procedimentos relativos ao tratamento de reclamações;
§  Fazer uma divulgação e publicidade da sua formação baseada na verdade e clareza do conteúdo da informação; §  Respeitar as normas nacionais de protecção de dados pessoais (Lei da Protecção de Dados Pessoais - PDF);
§  Emitir certificados de formação ou de frequência de formação de acordo com o DR nº 35/2002 de 23/4; §  Divulgar informação clara junto dos candidatos a formandos, antes do estabelecimento de qualquer contrato, sobre os métodos e critérios de selecção, relativa aos conteúdos dos cursos, objectivos e requisitos de acesso, aos custos totais e às condições de devoluções e isenções, às datas e locais de realização da formação e das provas de avaliação (se existirem);
§  Assegurar meios complementares de consulta e pesquisa ou orientar os formandos e formadores para outras estruturas especializadas, nomeadamente para Centros de Recursos em Conhecimento; §  Assegurar espaços adequados e devidamente equipados para o desenvolvimento da formação;
§  Dispor de recursos humanos qualificados, nomeadamente, formadores e coordenadores com competências pedagógicas;
§  Assegurar uma articulação entre formadores, coordenador e formandos;
§  Acompanhar os formandos ao longo do processo formativo, incluindo o seu apoio pedagógico;
§  Assegurar a realização de estágios, quando previstos;
§  Dispor de um Regulamento de Funcionamento da Formação e divulgá-lo a todos os formandos, formadores e outros agentes envolvidos;
§  Dispor de atendimento permanente, de porta aberta, sempre que dirija a sua oferta formativa ao público em geral;
§  Efectuar uma avaliação (sempre que prevista) que respeite as seguintes condições:
os formandos devem ter consciência prévia da sua realização, do respectivo contexto e dos efeitos a que se destina;
deve seguir princípios de equidade, ser justa e flexível;
deve ser focalizada nos objectivos de aprendizagem definidos; deve ter uma amplitude e incidência adequadas às conclusões que pretende retirar.

 

 
No result...