Ações Financiadas

Estímulo Emprego

FORMAÇÃO PDR2020

Jov. Agricultores

Proj. Investimento

aleatorio05.jpg

Newsletters

Clique aqui!

Visitantes Online

Visitantes no site: 8
Agradecemos a sua preferência.
Vales Simplificados
bt vale inovacao bt vale internacionalizacao
bt vale empreendedorismo bt vale id

 

compete2020

 

COMPETE 2020 é a designação atribuída ao Programa Operacional Competitividade e Internacionalização (PO CI).

O COMPETE 2020 aposta de forma muito significativa no crescimento inteligente e no desenvolvimento de uma economia baseada no conhecimento e na inovação, designadamente nos domínios da Estratégia de Investigação e Inovação para uma Especialização Inteligente. As empresas, em particular as PME, são destinatários preferenciais, procurando o Programa estimular o empreendedorismo, a capacidade inovadora e o desenvolvimento de estratégias mais avançadas, baseadas em recursos humanos qualificados e com um forte enfoque na cooperação e noutras formas de parceria, como redes e clusters. Na Administração Pública, o objetivo é melhorar o serviço prestado aos cidadãos e empresas, em especial com recurso às tecnologias de informação e comunicação. Nos Transportes importa promover a intermodalidade e a conetividade com a Europa e com o resto do mundo, apostando num sistema mais eficiente e sustentável.

 

Os Vales I&D pretendem alcançar um dos objetivos definidos no Eixo I do PO CI:

  • Aumentar o investimento empresarial em I&I, reforçando a ligação entre as empresas e as restantes entidades do Sistema de I&I.

Os Vales Empreendedorismo pretendem alcançar um dos objetivos definidos no Eixo II do PO CI:

  • Promover o empreendedorismo qualificado e criativo

Os Vales Inovação pretendem alcançar um dos objetivos definidos no Eixo II do PO CI:

  • Capacitar as PME para o desenvolvimento de bens e serviços

Os Vales Internacionalização pretendem alcançar um dos objetivos definidos no Eixo II do PO CI:

  • Capacitar as empresas para a Internacionalização, com vista a promover o aumento das exportações

 

 

A REGIBIO - FORMAÇÃO PROFISSIONAL E CONSULTADORIA encontra-se devidamente acreditada pela Autoridade de Gestão do COMPETE 2020 para a prestação de serviços de consultadoria no âmbito dos Vales Empreendedorismo, Inovação, Internacionalização e Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (ID&T) (processo n.º 2711).

 

 

Pode contar com os nossos serviços para elaborar e implementar um projeto de qualidade, que lhe permita gerar mais-valias e aumento da sua produtividade e das suas exportações.

 

 

 

Veja mais informações e detalhes em cada um dos vales simplificados indicados em baixo.

 

 



poci vale inovacao 2015 v2

 

 

 

OBJETIVOS


O objetivo desta tipologia consiste em selecionar projetos que se constituam em pequenas iniciativas empresariais de PME, resultantes de um primeiro contacto com o SI&I (Sistema de Investigação e Inovação), abrangendo as atividades de consultoria de gestão, assistência tecnológica, consultoria na área da economia digital, consultoria para aquisição, proteção e comercialização de direitos de propriedade intelectual e industrial e para acordos de licenciamento, consultoria relativa à utilização de normas e serviços de ensaios e certificação.
Neste sentido, são suscetíveis de apoio os projetos relativos à aquisição de serviços de consultoria de inovação (Prioridade de Investimento (PI) 3.3 mencionada na alínea b) do n.º 1 do artigo 40.º do RECI).
O limite máximo de despesa elegível é de 20 mil euros por candidatura e os incentivos a conceder (que revestem a forma de incentivo não reembolsável) são calculados através da aplicação às despesas consideradas elegíveis de uma taxa de 75%.

 

APRESENTAÇÃO DAS CANDIDATURAS


O período de submissão de candidaturas a esta tipologia foram suspensos a 15 de setembro de 2015, em todo o território nacional, prevendo-se a sua reabertura durante o ano de 2016.
A apresentação das candidaturas efetua-se através de submissão de formulário eletrónico disponível no portal do PORTUGAL 2020, em www.portugal2020.pt.

BENEFICIÁRIOS


Os beneficiários dos apoios previstos nesta tipologia são empresas PME, de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica, que cumpram cumulativamente, para além dos critérios específicos de elegibilidade do beneficiário e dos projetos, previstos no Decreto-Lei n.º 159/2014 e no RECI, os seguintes critérios:

  1. Possuir situação líquida positiva;
  2. Não ter projetos aprovados na mesma tipologia;
  3. No caso do vale inovação, não ter projetos aprovados na prioridade de investimento qualificação PME;
  4. Corresponder a uma empresa com pelo menos 3 postos de trabalho existentes à data da candidatura;

São elegíveis os projetos inseridos em todas as atividades económicas, excepto:

  • Serviços de interesse económico geral (designam-se assim as atividades de serviço comercial que preenchem missões de interesse geral, estando, por conseguinte sujeitas a obrigações específicas de serviço público. É o caso, em especial, dos serviços em rede de transportes, de energia e de comunicações)
  • Financeiras e seguros
  • Defesa
  • Lotarias e outros jogos de aposta
  • Projetos de investimentos incluídos no âmbito dos contratos de concessão com o Estado (Administração Central ou Local) e para o exercício dessa atividade concessionada

TIPOLOGIA DAS OPERAÇÕES E MODALIDADE DE CANDIDATURA


São suscetíveis de apoio os projetos individuais que visem o apoio à aquisição de serviços de consultoria de inovação, nos seguintes domínios:

  1. Transferência de conhecimento - serviços de consultoria e assistência técnica, nos domínios da transferência de conhecimentos e certificação de sistemas de gestão da investigação, desenvolvimento e inovação;
  2. Inovação organizacional e gestão - assistência tecnológica para a introdução de novos métodos ou novas filosofias de organização do trabalho, reforço das capacidades de gestão, redesenho e melhorias de layout, ações de benchmarking, diagnóstico e planeamento;
  3. Economia digital e tecnologias de informação e comunicação (TIC) – serviços para implementação de modelos de negócios com vista à inserção da PME na economia digital que permitam a concretização de processos desmaterializados com clientes e fornecedores através da utilização das TIC (utilização de ferramentas sofisticadas de marketing pelas empresas – inbound e outbound);
  4. Criação de marcas e design – aquisição de serviços para a conceção de marcas próprias ao nível do produto e da empresa;
  5. Proteção de propriedade industrial - consultoria para aquisição, proteção e comercialização de direitos de propriedade intelectual e industrial e para acordos de licenciamento,
  6. Qualidade e Eco-inovação – consultoria relativa à utilização de normas e serviços de ensaios e certificação;

No formulário de candidatura deve ser indicado e justificado o domínio ou domínios, aplicáveis ao projeto.
As candidaturas seguem um regime simplificado no que respeita a critérios de seleção e prazo de decisão.



Condições Específicas

CONDIÇÕES ESPECÍFICAS DE ACESSO

  1. Efetuar consulta a pelo menos duas entidades acreditadas para este domínio de intervenção (“Inovação”), devendo a aquisição de serviços preencher cumulativamente as seguintes condições:
    • Serem exclusivamente imputáveis ao estabelecimento do beneficiário onde se desenvolve o projeto;
    • Resultarem de aquisições em condições de mercado a terceiros não relacionados com o adquirente;
    • Resultarem de aquisições a entidades acreditadas para a prestação do serviço em causa, não sendo admitida a subcontratação de outras entidades.
  2. Comprometer-se a apresentar informação, avaliando o serviço prestado pela respetiva entidade acreditada.

Elegibilidade de Despesas

REGRAS E LIMITES À ELEGIBILIDADE DE DESPESAS


Tendo em consideração o limite máximo de incentivo permitido por candidatura, o limite máximo de despesa elegível é de 20 mil euros.

INDICADORES DE RESULTADO


A seleção dos projetos em atividades de inovação garante o alinhamento dos projetos a apoiar com o indicador de resultados do PO (“PME com atividades de inovação no total de PME”).
Prosseguindo a orientação para resultados, são objeto de contratualização e monitorização os objetivos previstos pelo beneficiário aquando da aprovação dos projetos.

 
CRITÉRIOS DE SELEÇÃO E CONDIÇÕES ESPECÍFICAS


Aos vales inovação são aplicados os seguintes critérios de elegibilidade dos projetos:

  1. A data da candidatura ser anterior à data de início da contratação com o prestador do serviço;
  2. Demonstrar que se encontram asseguradas as fontes de financiamento;
  3. Ter uma duração máxima de execução de doze meses;
  4. Não corresponder a projeto em curso na entidade acreditada;
  5. Identificar de forma clara, objetiva e prática, o problema a solucionar e demonstrar que os serviços a adquirir no domínio de intervenção selecionado vão contribuir para a sua resolução efetiva;
  6. Demonstrar a natureza incremental e não recorrente da atividade contratada;
  7. Corresponder a uma aquisição de serviços a entidade registada enquanto entidades acreditadas, nos termos definidos no artigo 17.º, e evidenciar que no âmbito da aquisição do serviço foi efetuada a consulta a pelo menos duas das entidades acreditadas no domínio de intervenção selecionado.

Os projetos que cumpram com os critérios de elegibilidade referidos são ordenados por data (dia/hora/minuto/segundo) da entrada de candidatura e selecionados até ao limite orçamental definido, sem prejuízo do referido limite poder ser reforçado por decisão das Autoridades de Gestão (AG).
Em caso de igualdade, a seleção das candidaturas é efetuada com base na criação líquida de postos de trabalho.


Limite de Candidaturas

LIMITE DE CANDIDATURAS


Cada candidato apenas pode apresentar uma candidatura em cada aviso de abertura.


Área Geográfica

ÁREA GEOGRÁFICA DE APLICAÇÃO


Esta tipologia tem aplicação em todas as regiões NUTS II do Continente (Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve). A localização do projeto corresponde à região onde se localiza o estabelecimento do beneficiário no qual irá ser realizado o investimento.


Nota: Quando à data da apresentação da candidatura não estiver ainda disponível a Informação Empresarial Simplificada (IES), relativa ao ano 2014, para efeitos de definição do ano pré-projeto será considerado o ano de 2013.

  

Pretende saber mais sobre os Vales Simplificados?

A REGIBIO é uma entidade acreditada para a prestação de serviços de consultadoria em todos os vales simplificados.

Utilize este formulário de pedido de informação para entrar em contacto connosco.

Nome Completo *
Morada
Código Postal
Localidade
Contacto *
E-Mail *
  
No Sistema de Incentivos Simplificados existem 4 tipos de vales. Pode solicitar informações de um ou mais vales simplificados em simultâneo.
Escolha o(s) tipo(s) de vale(s) de que pretende receber mais informações. *
Caso tenha algo a acrescentar, pode utilizar este espaço  
Botão de enviar  
Limpar Formulário  

 

A REGIBIO - FORMAÇÃO PROFISSIONAL E CONSULTADORIA encontra-se devidamente acreditada pela Autoridade de Gestão do COMPETE 2020 para a prestação de serviços de consultadoria no âmbito dos Vales Inovação (processo n.º 2711).

 

Fornecemos serviços de apoio e consultoria aos nossos clientes nas seguintes áreas:

- Implementação de sistemas de gestão;
- Diagnósticos organizacionais e de necessidades (formativas e de produção);
- Estudos de viabilidade económica;
- Planos de proteção de marca e de propriedade industrial;
- Planos de Marketing (incluindo Marketing Digital)
- Soluções de Imagem Corporativa;
- Elaboração de Campanhas Publicitárias (incluindo Vídeos Promocionais);
- Serviços de Webdesign e Gestão de Redes Sociais;
- Planos de diagnóstico na área da inovação produtiva;
- Estudos de organização e valorização da produção;
- Projetos de Inovação social.

Destacamos alguns projetos já realizados na área da Inovação:


CONFIRA – Foi elaborado um extenso diagnóstico de funcionamento, meios e formação, ao que se seguiu a elaboração de um plano estratégico de desenvolvimento empresarial;
SOUSACAMP – Foi desenvolvido um estudo sobre a organização da produção e efetuado posteriormente um serviço de seleção de recursos humanos internacionais;
ADEGA COOPERATIVA DE PONTE DA BARCA – Foi desenvolvido um projeto de valorização da produção, que estabelecia um sistema métrico incremental para os produtores terem mais-valias financeiras em observarem determinados critérios de qualidade pré-estabelecidos.

A Regibio perto de si.

 

Podemos prestar-lhe todas as informações que necessitar. Utilize o nosso formulário de contacto e nós entraremos em contacto consigo.


Se preferir pode contatar uma das nossas delegações mais próximas da sua área de atividade.

< VOLTAR
 
poci vale empreendedorismo 2015 v2

 

 

 

OBJETIVOS


O objetivo específico deste concurso consiste em conceder apoios a projetos simplificados de empresas com menos de 2 anos na área do empreendedorismo (Prioridade de Investimento (PI) 3.1 mencionada na alínea b) do n.º 1 do artigo 19.º do RECI).
O presente Aviso de concurso enquadra-se na Tipologia de Investimento designada por “Empreendedorismo qualificado e criativo”, nos termos do artigo 3.º do RECI.
O limite máximo de despesa elegível é de 20 mil euros por candidatura e os incentivos a conceder (que revestem a forma de incentivo não reembolsável) são calculados através da aplicação às despesas consideradas elegíveis de uma taxa de 75%.

 

APRESENTAÇÃO DAS CANDIDATURAS


O período de submissão de candidaturas a esta tipologia foram suspensos a 15 de setembro de 2015, em todo o território nacional, prevendo-se a sua reabertura durante o ano de 2016.
A apresentação das candidaturas efetua-se através de submissão de formulário eletrónico disponível no portal do PORTUGAL 2020, em www.portugal2020.pt.

BENEFICIÁRIOS


Os beneficiários dos apoios previstos nesta tipologia são empresas PME, criadas há menos de dois anos, de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica, que cumpram cumulativamente, para além dos critérios específicos de elegibilidade do beneficiário e dos projetos, previstos no Decreto-Lei n.º 159/2014 e no RECI, os seguintes critérios:

  1. Possuir situação líquida positiva;
  2. Não ter projetos aprovados na mesma tipologia;
  3. Não ter outras candidaturas aprovadas ou em fase de decisão nas tipologias de investimento “Empreendedorismo Qualificado e Criativo” e “Inovação Produtiva PME”;

 

São elegíveis os projetos inseridos em todas as atividades económicas, excepto:

  • Serviços de interesse económico geral (designam-se assim as atividades de serviço comercial que preenchem missões de interesse geral, estando, por conseguinte sujeitas a obrigações específicas de serviço público. É o caso, em especial, dos serviços em rede de transportes, de energia e de comunicações)
  • Financeiras e seguros
  • Defesa
  • Lotarias e outros jogos de aposta
  • Projetos de investimentos incluídos no âmbito dos contratos de concessão com o Estado (Administração Central ou Local) e para o exercício dessa atividade concessionada

TIPOLOGIA DAS OPERAÇÕES E MODALIDADE DE CANDIDATURA


São suscetíveis de apoio os projetos individuais de aquisição de serviços de consultoria na área do empreendedorismo imprescindíveis ao arranque das empresas, nomeadamente a elaboração de planos de negócios, bem como serviços de consultoria na área da economia digital.

Valorizam-se os projetos em setores de alta e média-alta tecnologia e em bens e serviços intensivos em conhecimento.
As candidaturas seguem um regime simplificado no que respeita a critérios de seleção e prazo de decisão.

 


Elegibilidade de Despesas

REGRAS E LIMITES À ELEGIBILIDADE DE DESPESAS


Tendo em consideração o limite máximo de incentivo permitido por candidatura, nos termos do n.º 3 do 49.º do RECI, o limite máximo de despesa elegível é de 20 mil euros.


Condições Específicas

CONDIÇÕES ESPECÍFICAS DE ACESSO

  1. Efetuar consulta a pelo menos duas entidades acreditadas para este domínio de intervenção (“Empreendedorismo”), devendo a aquisição de serviços preencher cumulativamente as seguintes condições:
    • Serem exclusivamente imputáveis ao estabelecimento do beneficiário onde se desenvolve o projeto;
    • Resultarem de aquisições em condições de mercado a terceiros não relacionados com o adquirente;
    • Resultarem de aquisições a entidades acreditadas para a prestação do serviço em causa, não sendo admitida a subcontratação de outras entidades.
  2. Comprometer-se a apresentar informação, avaliando o serviço prestado pela respetiva entidade acreditada.

INDICADORES DE RESULTADO


É considerado, como primeiro critério de hierarquização, a inserção da empresa em setores de alta e média-alta tecnologia e em serviços intensivos em conhecimento, em alinhamento com o indicador de resultados do PO (“nascimento de empresas em setores de alta e média-alta tecnologia e em bens e serviços intensivos em conhecimento”).
Prosseguindo a orientação para resultados, são objeto de contratualização e monitorização os objetivos previstos pelo beneficiário aquando da aprovação dos projetos.


CRITÉRIOS DE SELEÇÃO E CONDIÇÕES ESPECÍFICAS


Aos vales Empreendedorismo são aplicados os seguintes critérios de elegibilidade dos projetos:

  1. A data da candidatura ser anterior à data de início da contratação com o prestador do serviço;
  2. Demonstrar que se encontram asseguradas as fontes de financiamento;
  3. Ter uma duração máxima de execução de doze meses;
  4. Não corresponder a projeto em curso na entidade acreditada;
  5. Identificar de forma clara, objetiva e prática, o problema a solucionar e demonstrar que os serviços a adquirir no domínio de intervenção selecionado vão contribuir para a sua resolução efetiva;
  6. Demonstrar a natureza incremental e não recorrente da atividade contratada;
  7. Corresponder a uma aquisição de serviços a entidade registada enquanto entidades acreditadas e evidenciar que no âmbito da aquisição do serviço foi efetuada a consulta a pelo menos duas das entidades acreditadas no domínio de intervenção selecionado.

Os projetos que cumpram com os critérios de elegibilidade referidos, são em primeiro lugar ordenados tendo em consideração as empresas inseridas em setores de alta e média-alta tecnologia e em bens e serviços intensivos em conhecimento, e, seguidamente, por data (dia/hora/minuto/segundo) da entrada de candidatura, sendo selecionados até ao limite orçamental, sem prejuízo do referido limite poder ser reforçado por decisão das Autoridades de Gestão (AG).
Em caso de igualdade, a seleção das candidaturas é efetuada com base na criação líquida de postos de trabalho.



Limite de Candidaturas

LIMITE DE CANDIDATURAS


Cada candidato apenas pode apresentar uma candidatura em cada aviso de abertura.

Área Geográfica

ÁREA GEOGRÁFICA DE APLICAÇÃO


Esta tipologia tem aplicação em todas as regiões NUTS II do Continente (Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve). A localização do projeto corresponde à região onde se localiza o estabelecimento do beneficiário no qual irá ser realizado o investimento.

Nota: Quando à data da apresentação da candidatura não estiver ainda disponível a Informação Empresarial Simplificada (IES), relativa ao ano 2014, para efeitos de definição do ano pré-projeto será considerado o ano de 2013.

  

Pretende saber mais sobre os Vales Simplificados?

A REGIBIO é uma entidade acreditada para a prestação de serviços de consultadoria em todos os vales simplificados.

Utilize este formulário de pedido de informação para entrar em contacto connosco.

Nome Completo *
Morada
Código Postal
Localidade
Contacto *
E-Mail *
  
No Sistema de Incentivos Simplificados existem 4 tipos de vales. Pode solicitar informações de um ou mais vales simplificados em simultâneo.
Escolha o(s) tipo(s) de vale(s) de que pretende receber mais informações. *
Caso tenha algo a acrescentar, pode utilizar este espaço  
Botão de enviar  
Limpar Formulário  

 

A REGIBIO - FORMAÇÃO PROFISSIONAL E CONSULTADORIA encontra-se devidamente acreditada pela Autoridade de Gestão do COMPETE 2020 para a prestação de serviços de consultadoria no âmbito dos Vales Empreendedorismo (processo n.º 2711).

 

Para além da realização e participação em diversos eventos relacionados com o empreendedorismo, a REGIBIO acompanha desde a sua criação, os seus clientes recém criados, disponibilizando-lhes os seguintes serviços:
- Planos de Negócios;
- Estudos de Mercado;
- Consultoria de acompanhamento ao crescimento da nova empresa.

 

A REGIBIO fornece ainda outros serviços de apoio e consultoria aos seus clientes em matéria de inovação nas seguintes áreas:
- Implementação de sistemas de gestão;
- Diagnósticos organizacionais e de necessidades (formativas e de produção);
- Estudos de viabilidade económica;
- Planos de proteção de marca e de propriedade industrial;
- Planos de Marketing (incluindo Marketing Digital)
- Soluções de Imagem Corporativa;
- Elaboração de Campanhas Publicitárias (incluindo Vídeos Promocionais);
- Serviços de Webdesign e Gestão de Redes Sociais;
- Planos de diagnóstico na área da inovação produtiva;
- Estudos de organização e valorização da produção;
- Projetos de Inovação social.

Destacamos alguns projetos já realizados na área do Empreendedorismo:

 

M.A.R.P. – Foram elaborados um conjunto de projetos especificamente direcionados para o empreendedorismo feminino nos meios rurais.

A Regibio perto de si.

 

Podemos prestar-lhe todas as informações que necessitar. Utilize o nosso formulário de contacto e nós entraremos em contacto consigo.


Se preferir pode contatar uma das nossas delegações mais próximas da sua área de atividade.

< VOLTAR
 
poci vale internacionalizacao 2015 v2

 

 

 

OBJETIVOS


O objetivo deste Aviso de concurso consiste em apoiar projetos simplificados de internacionalização que visem o conhecimento e a prospeção dos mercados internacionais de PME que não tenham iniciado o seu processo de internacionalização ou, tendo já iniciado, não registam atividade exportadora nos últimos 12 meses em relação à data da candidatura (Prioridade de Investimento (PI) 3.2 mencionada na alínea a) do n.º 1 do artigo 40.º do RECI).
O presente Aviso de concurso enquadra-se na Tipologia de Investimento designada por “Qualificação e Internacionalização das PME”, nos termos do artigo 3.º do RECI.
O limite máximo de despesa elegível é de 20 mil euros por candidatura e os incentivos a conceder (que revestem a forma de incentivo não reembolsável) são calculados através da aplicação às despesas consideradas elegíveis de uma taxa de 75%.

 

APRESENTAÇÃO DAS CANDIDATURAS


O período de submissão de candidaturas a esta tipologia está já a decorrer (entre maio de 2015 e março de 2016, dividido em 5 fases distintas), tal como indicado no Aviso N.º 14/SI/2015. Com a republicação de 30/07/2015, são aceites candidaturas de todas as regiões excepto a região de Lisboa e Vale do Tejo.
A apresentação das candidaturas efetua-se através de submissão de formulário eletrónico disponível no portal do PORTUGAL 2020, em www.portugal2020.pt.

BENEFICIÁRIOS


Os beneficiários dos apoios previstos nesta tipologia são empresas PME, de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica, que cumpram cumulativamente, para além dos critérios específicos de elegibilidade do beneficiário e dos projetos, previstos no Decreto-Lei n.º 159/2014 e no RECI, os seguintes critérios:

  1. Possuir situação líquida positiva;
  2. Não ter projetos aprovados na mesma tipologia;
  3. No caso do vale inovação, não ter projetos aprovados na prioridade de investimento Internacionalização das PME;
  4. Corresponder a uma empresa com pelo menos 3 postos de trabalho existentes à data da candidatura;
  5. Demonstrar ter capacidade instalada para desenvolver atividade internacional.

 

São elegíveis os projetos inseridos em todas as atividades económicas, excepto:

  • Serviços de interesse económico geral (designam-se assim as atividades de serviço comercial que preenchem missões de interesse geral, estando, por conseguinte sujeitas a obrigações específicas de serviço público. É o caso, em especial, dos serviços em rede de transportes, de energia e de comunicações)
  • Financeiras e seguros
  • Defesa
  • Lotarias e outros jogos de aposta
  • Projetos de investimentos incluídos no âmbito dos contratos de concessão com o Estado (Administração Central ou Local) e para o exercício dessa atividade concessionada

TIPOLOGIA DAS OPERAÇÕES E MODALIDADE DE CANDIDATURA


São suscetíveis de apoio os projetos individuais que visem a aquisição de serviços de consultoria na área de prospeção de mercado.
Enquadram-se nestas ações de prospeção e captação de novos clientes em mercados externos os seguintes serviços:

  1. Estudos de caraterização dos mercados, aquisição de informação e consultoria específica (subalínea v) da alínea c) do n.º 1 do artigo 51.º do RECI);
  2. Deslocações, alojamento, aluguer de espaços e equipamentos, decoração de espaços promocionais e serviços de tradução, associadas a ações de prospeção realizadas em mercados externos (subalínea i) da alínea c) do n.º 1 do artigo 51.º do RECI).

As candidaturas seguem um regime simplificado no que respeita a critérios de seleção e prazo de decisão.



Condições Específicas

CONDIÇÕES ESPECÍFICAS DE ACESSO

  1. Efetuar consulta a pelo menos duas entidades acreditadas para este domínio de intervenção (“Internacionalização”), devendo a aquisição de serviços preencher cumulativamente as seguintes condições:
    • Serem exclusivamente imputáveis ao estabelecimento do beneficiário onde se desenvolve o projeto;
    • Resultarem de aquisições em condições de mercado a terceiros não relacionados com o adquirente;
    • Resultarem de aquisições a entidades acreditadas para a prestação do serviço em causa, não sendo admitida a subcontratação de outras entidades.
  2. Comprometer-se a apresentar informação, avaliando o serviço prestado pela respetiva entidade acreditada.

Elegibilidade de Despesas

REGRAS E LIMITES À ELEGIBILIDADE DE DESPESAS


Tendo em consideração o limite máximo de incentivo permitido por candidatura, o limite máximo de despesa elegível é de 20 mil euros.

INDICADORES DE RESULTADO


A seleção dos projetos que visem o conhecimento e a prospeção dos mercados internacionais garante o alinhamento dos projetos a apoiar com o indicador de resultados do PO (“valor das exportações no volume de negócios das PME”).
Prosseguindo a orientação para resultados, são objeto de contratualização e monitorização os objetivos previstos pelo beneficiário aquando da aprovação dos projetos.


CRITÉRIOS DE SELEÇÃO E CONDIÇÕES ESPECÍFICAS


Aos vales Internacionalização são aplicados os seguintes critérios de elegibilidade dos projetos:

  1. A data da candidatura ser anterior à data de início da contratação com o prestador do serviço;
  2. Demonstrar que se encontram asseguradas as fontes de financiamento;
  3. Ter uma duração máxima de execução de doze meses;
  4. Não corresponder a projeto em curso na entidade acreditada;
  5. Identificar de forma clara, objetiva e prática, o problema a solucionar e demonstrar que os serviços a adquirir no domínio de intervenção selecionado vão contribuir para a sua resolução efetiva;
  6. Demonstrar a natureza incremental e não recorrente da atividade contratada;
  7. Corresponder a uma aquisição de serviços a entidade registada enquanto entidades acreditadas e evidenciar que no âmbito da aquisição do serviço foi efetuada a consulta a pelo menos duas das entidades acreditadas no domínio de intervenção selecionado.

Os projetos que cumpram com os critérios de elegibilidade referidos são ordenados por data (dia/hora/minuto/segundo) da entrada de candidatura e selecionados até ao limite orçamental definido, sem prejuízo do referido limite poder ser reforçado por decisão das Autoridades de Gestão (AG).
Em caso de igualdade, a seleção das candidaturas é efetuada com base na criação líquida de postos de trabalho.


Limite de Candidaturas

LIMITE DE CANDIDATURAS


Cada candidato apenas pode apresentar uma candidatura em cada aviso de abertura.

Área Geográfica

ÁREA GEOGRÁFICA DE APLICAÇÃO


Esta tipologia tem aplicação em todas as regiões NUTS II do Continente (Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve). A localização do projeto corresponde à região onde se localiza o estabelecimento do beneficiário no qual irá ser realizado o investimento.

Nota: Quando à data da apresentação da candidatura não estiver ainda disponível a Informação Empresarial Simplificada (IES), relativa ao ano 2014, para efeitos de definição do ano pré-projeto será considerado o ano de 2013.

  

Pretende saber mais sobre os Vales Simplificados?

A REGIBIO é uma entidade acreditada para a prestação de serviços de consultadoria em todos os vales simplificados.

Utilize este formulário de pedido de informação para entrar em contacto connosco.

Nome Completo *
Morada
Código Postal
Localidade
Contacto *
E-Mail *
  
No Sistema de Incentivos Simplificados existem 4 tipos de vales. Pode solicitar informações de um ou mais vales simplificados em simultâneo.
Escolha o(s) tipo(s) de vale(s) de que pretende receber mais informações. *
Caso tenha algo a acrescentar, pode utilizar este espaço  
Botão de enviar  
Limpar Formulário  

 

A REGIBIO - FORMAÇÃO PROFISSIONAL E CONSULTADORIA encontra-se devidamente acreditada pela Autoridade de Gestão do COMPETE 2020 para a prestação de serviços de consultadoria no âmbito dos Vales Internacionalização (processo n.º 2711).

 

A REGIBIO é consciente da importância que os seus clientes dão à confiança de estarem a trabalhar com uma empresa portuguesa que também já encontra em mercados externos.

Aos nossos clientes proporcionamos:
- Estudos de Mercado Internacionais
- Planos Estratégicos de Internacionalização e Prospeção de Mercados
- Planos de Marketing Internacionais
- Serviços de tradução
- Organização de eventos promocionais, missões empresariais e visitas de estudo aos mercados-alvo, assim como o acolhimento e acompanhamento, em Portugal, de Clientes, Fornecedores, Parceiros, Importadores e Investidores estrangeiros, para conhecerem a oferta de produtos dos nossos clientes.

Destacamos alguns projetos já realizados na área da Internacionalização:

 

4EMES – Foi elaborado um plano estratégico de internacionalização empresarial para países da europa de leste pertencentes à União Europeia com potencial de crescimento, que culminou com a criação, em 2010, de uma empresa Romena de capitais 100% portugueses, a R4 – Consultanta Si Formare Profissionala, que desenvolve normalmente a sua atividade nesse país;
ANGOFINA – Elaboração de um projeto misto de investimento e de formação na área da economia agrícola, que abrangia mais de 400 empresários agrícolas, num volume total de formação superior a 229.500 horas de formação, distribuídas pelas 18 províncias angolanas e que envolvia ainda a aquisição de todos os equipamentos agrícolas necessários para a implementação das atividades de exploração agroalimentares, para além da constituição de um conjunto de cooperativas de gestão dos recursos humanos e dos equipamentos adquiridos;
R4 – Organização de um conjunto de eventos, seminários, workshops e visitas de estudo no e do estrangeiro, nomeadamente nos projetos EXCELNET, DRUMS e STEP by SETP in Business, sendo que este último trata-se de um projeto em que são distribuídos vales de empreendedorismo no valor de 25.000€ a jovens licenciados Romenos, mediante a elaboração de um plano de negócios e subsequente implementação.

A Regibio perto de si.

 

Podemos prestar-lhe todas as informações que necessitar. Utilize o nosso formulário de contacto e nós entraremos em contacto consigo.


Se preferir pode contatar uma das nossas delegações mais próximas da sua área de atividade.

< VOLTAR
 
poci vale id 2015 v2

 

 

 

OBJETIVOS


O objetivo deste concurso é o de intensificar o esforço nacional de I&I e a criação de novos conhecimentos com vista ao aumento da competitividade das empresas, promovendo a articulação entre estas e os restantes atores do Sistema de I&I.
Neste sentido, são suscetíveis de apoio os projetos relativos à aquisição de serviços de consultoria em atividades de investigação e desenvolvimento tecnológico, bem como de serviços de transferência de tecnologia (Prioridade de Investimento (PI) 1.2..
O presente Aviso de concurso enquadra-se na Tipologia de Investimento designada por “Investigação e Desenvolvimento Tecnológico”, nos termos da alínea c) do artigo 3.º do RECI.
O limite máximo do incentivo é de 20 mil euros por candidatura (com um limite mínimo de 5.000 euros) e os incentivos a conceder (que revestem a forma de incentivo não reembolsável) são calculados através da aplicação às despesas consideradas elegíveis de uma taxa de 75% (40% no caso de projetos da região de Lisboa e Vale do Tejo).

 

APRESENTAÇÃO DAS CANDIDATURAS


O período de submissão de candidaturas a esta tipologia está já a decorrer (entre maio de 2015 e março de 2016, dividido em 5 fases distintas), tal como indicado no Aviso N.º 12/SI/2015.
A apresentação das candidaturas efetua-se através de submissão de formulário eletrónico disponível no portal do PORTUGAL 2020, em www.portugal2020.pt.

BENEFICIÁRIOS

 

Os beneficiários dos apoios previstos nesta tipologia são empresas PME, de qualquer natureza e sob qualquer forma jurídica, que cumpram cumulativamente, para além dos critérios específicos de elegibilidade do beneficiário e dos projetos, previstos no Decreto-Lei n.º 159/2014 e no RECI, os seguintes critérios:

  1. Possuir situação líquida positiva;
  2. Não ter projetos aprovados na mesma tipologia;
  3. No caso do vale ID&T, não ter aprovado quaisquer Projetos I&D empresas, Projetos demonstradores e Projetos demonstradores;
  4. Corresponder a uma empresa com pelo menos 3 postos de trabalho existentes à data da candidatura.

São elegíveis os projetos inseridos em todas as atividades económicas, excepto:

  • Serviços de interesse económico geral (designam-se assim as atividades de serviço comercial que preenchem missões de interesse geral, estando, por conseguinte sujeitas a obrigações específicas de serviço público. É o caso, em especial, dos serviços em rede de transportes, de energia e de comunicações)
  • Financeiras e seguros
  • Defesa
  • Lotarias e outros jogos de aposta
  • Projetos de investimentos incluídos no âmbito dos contratos de concessão com o Estado (Administração Central ou Local) e para o exercício dessa atividade concessionada

TIPOLOGIA DAS OPERAÇÕES E MODALIDADE DE CANDIDATURA


São suscetíveis de apoio os projetos individuais que visem o apoio à aquisição de serviços de consultoria em atividades de Investigação e Desenvolvimento Tecnológico, bem como de serviços de transferência de tecnologia, nos domínios prioritários da estratégia de investigação e inovação para uma especialização inteligente (RIS3).


No formulário de candidatura deve ser indicado e justificado o domínio ou domínios, no(s) qual(ais) se insere o projeto.
As candidaturas seguem um regime simplificado no que respeita a critérios de seleção e prazo de decisão.

 


Elegibilidade de Despesas

REGRAS E LIMITES À ELEGIBILIDADE DE DESPESAS


Tendo em consideração o limite máximo de incentivo permitido por candidatura, o limite máximo de despesa elegível é de 20 mil euros.


Condições Específicas

CONDIÇÕES ESPECÍFICAS DE ACESSO

  1. Inserir-se nos domínios prioritários da Estratégia de Investigação e Inovação para uma Especialização Inteligente nacional ou regional (RIS3), em função do Programa Operacional que financia o projeto”.
  2. Identificar de forma clara, objetiva e prática, o problema a solucionar e demonstrar que o serviço a adquirir no domínio de intervenção selecionado vai contribuir para a sua resolução efetiva;
  3. Demonstrar a natureza incremental e não recorrente da atividade contratada;
  4. Efetuar consulta a pelo menos duas entidades acreditadas para este domínio de intervenção (“IDT”), devendo a aquisição de serviços preencher cumulativamente as seguintes condições:
    • Serem exclusivamente imputáveis ao estabelecimento do beneficiário onde se desenvolve o projeto;
    • Resultarem de aquisições em condições de mercado a terceiros não relacionados com o adquirente;
    • Resultarem de aquisições a entidades acreditadas para a prestação do serviço em causa, não sendo admitida a subcontratação de outras entidades.
  5. Comprometer-se a apresentar informação, avaliando o serviço prestado pela respetiva entidade acreditada.

INDICADORES DE RESULTADO

 

A seleção dos projetos em atividades de I&D garante o alinhamento dos projetos a apoiar com o indicador de resultados do PO (“Despesa das empresas em I&D no VAB”).
Prosseguindo a orientação para resultados, são objeto de contratualização e monitorização os objetivos previstos pelo beneficiário aquando da aprovação dos projetos.

 
CRITÉRIOS DE SELEÇÃO E CONDIÇÕES ESPECÍFICAS

 

Aos vales I&D são aplicados os seguintes critérios de elegibilidade dos projetos:

  1. A data da candidatura ser anterior à data de início da contratação com o prestador do serviço (entidade acreditada);
  2. Demonstrar que se encontram asseguradas as fontes de financiamento;
  3. Ter uma duração máxima de execução de doze meses;
  4. Não corresponder a projeto em curso na entidade acreditada;
  5. Quando o projeto se inserir numa nova atividade económica, o beneficiário tem de demonstrar que o projeto visa expandir o âmbito da atividade económica da empresa.

Os projetos que cumpram com os critérios de elegibilidade referidos são ordenados por data (dia/hora/minuto/segundo) da entrada de candidatura e selecionados até ao limite orçamental definido, sem prejuízo do referido limite poder ser reforçado por decisão das Autoridades de Gestão (AG).
Em caso de igualdade, a seleção das candidaturas é efetuada com base na criação líquida de postos de trabalho.

 


Limite de Candidaturas

LIMITE DE CANDIDATURAS


Cada candidato apenas pode apresentar uma candidatura em cada aviso de abertura.


Área Geográfica

ÁREA GEOGRÁFICA DE APLICAÇÃO


Esta tipologia tem aplicação em todas as regiões NUTS II do Continente (Norte, Centro, Lisboa, Alentejo e Algarve). A localização do projeto corresponde à região onde se localiza o estabelecimento do beneficiário no qual irá ser realizado o investimento.


Nota: Quando à data da apresentação da candidatura não estiver ainda disponível a Informação Empresarial Simplificada (IES), relativa ao ano 2014, para efeitos de definição do ano pré-projeto será considerado o ano de 2013.

  

Pretende saber mais sobre os Vales Simplificados?

A REGIBIO é uma entidade acreditada para a prestação de serviços de consultadoria em todos os vales simplificados.

Utilize este formulário de pedido de informação para entrar em contacto connosco.

Nome Completo *
Morada
Código Postal
Localidade
Contacto *
E-Mail *
  
No Sistema de Incentivos Simplificados existem 4 tipos de vales. Pode solicitar informações de um ou mais vales simplificados em simultâneo.
Escolha o(s) tipo(s) de vale(s) de que pretende receber mais informações. *
Caso tenha algo a acrescentar, pode utilizar este espaço  
Botão de enviar  
Limpar Formulário  

 

A REGIBIO - FORMAÇÃO PROFISSIONAL E CONSULTADORIA encontra-se devidamente acreditada pela Autoridade de Gestão do COMPETE 2020 para a prestação de serviços de consultadoria no âmbito dos Vales Investigação e Desenvolvimento Tecnológico (ID&T) (processo n.º 2711).

 

A REGIBIO conta com um vasto conjunto de parceiros que lhe permitem apoiar os seus clientes no desenvolvimento dos seguintes serviços:
- Implementação de projetos de transferência de conhecimento;
- Apoio técnico e científico no desenvolvimento de novos produtos;
- Realização de estudos científicos setoriais.

Destacamos alguns projetos já realizados na área da Investigação e Desenvolvimento Tecnológico:

 

UNIÃO ROMANI – Foi desenvolvido um estudo demográfico, social e económico da população de etnia Cigana, ao qual se seguiu um diagnóstico de necessidades formativas e a elaboração de um conjunto de programas de formação virados para o empreendedorismo;
I.D.T. – Foram desenvolvidos para o Instituto da Droga e da Toxicodependência um conjunto de estudos e de serviços, entre os quais se destacam o levantamento de necessidades de formação para os técnicos do IDT, o levantamento, por região, das necessidades formativas dos utentes inscritos nos seus CAT e um conjunto de ações de informação sobre empreendedorismo e qualificação profissional.

A Regibio perto de si.

 

Podemos prestar-lhe todas as informações que necessitar. Utilize o nosso formulário de contacto e nós entraremos em contacto consigo.


Se preferir pode contatar uma das nossas delegações mais próximas da sua área de atividade.

< VOLTAR